Cerveja Ciclo Básico

Da colaboração entre a Tábuas e outras duas cervejarias artesanais de Barão Geraldo, a Confra e a Garimpero, nasceu uma nova APA. Mas a parceria teve impacto muito maior do que a simples criação de um rótulo.

Com parte da renda revertida ao Hospital das Clínicas (HC) da Unicamp, a Cerveja Ciclo Básico reforçou a amizade entre os produtores locais e aproximou ainda mais as três cervejarias da comunidade de Barão Geraldo.

As vizinhas Tábuas, Confra e Garimpero já ensaiavam um projeto conjunto havia algum tempo, mas a crise de saúde que mudou a rotina de todos deu um impulso novo à ideia.

Estava na hora de concretizar a colaboração – e a Unicamp, símbolo do bairro, era a escolha óbvia para ser a beneficiária dessa iniciativa de retribuir à comunidade pelo apoio às cervejarias artesanais. Uma oportunidade perfeita para estreitar laços, valorizar a produção local e fortalecer a comunidade.

Uma cerveja para Barão Geraldo

Essa ideia de união e de experiências compartilhadas entre quem vive em Barão Geraldo se reflete inclusive no nome da Ciclo Básico – uma referência ao espaço que abriga os prédios onde são ministradas as aulas das disciplinas básicas cursadas pela maioria dos alunos da Unicamp.

A intenção de prestar solidariedade aos profissionais do HC da universidade em tempos tão difíceis acabou consolidando todo o processo de forma muito natural e harmoniosa.

O resultado da colaboração não poderia ter sido mais recompensador. A começar pela cerveja, é claro. A Cerveja Ciclo Básico é uma American Pale Ale com dry hopping que combina os lúpulos Columbus e Amarillo.

cerveja ciclo básico

A escolha de uma American Pale Ale

Um dos estilos preferidos dos fãs de cervejas artesanais, uma APA foi a opção eleita pela Tábuas e suas parceiras para o projeto da Cerveja Ciclo Básico. Caracterizada pelos aromas florais, frutados e cítricos dos lúpulos originados nos EUA, a American Pale Ale é uma cerveja clara e refrescante, com amargor moderado.

Trata-se de um estilo relativamente recente, pois foram desenvolvidas nas cervejarias artesanais americanas nos anos 1980, como uma variação local das India Pale Ales. Na comparação com as IPAs, as APAs são mais suaves e possuem teor alcoólico mais baixo.

As APAs atraem cada vez mais adeptos graças à sua excelente drinkability, com a vantagem de ter grande versatilidade na harmonização – é a companhia perfeita para diversos tipos de pratos, graças à simplicidade de seus ingredientes e ao balanço de seu amargor.

Os lúpulos Columbus e Amarillo

A Cerveja Ciclo Básico foi elaborada com dois lúpulos de origem americana. O primeiro é o Columbus, utilizado por algumas das principais cervejarias artesanais dos Estados Unidos, oferecendo aromas intensos (cítricos, herbais e picantes, como capim-limão e cascas de laranja) e suave amargor.

Já o Amarillo é uma variedade de lúpulo mais recente, que conquista cada vez mais a atenção dos produtores artesanais. Isso porque, tem altos níveis de mirceno e proporciona aromas cítricos, florais e de grapefruit.

O segundo lote da Cerveja Ciclo Básico

Tábuas, Confra e Garimpero produziram dois mil litros da nova APA na fábrica da Cervejaria Cogumelo, também em Campinas. A acolhida à Cerveja Ciclo Básico foi extraordinária: em três dias, o primeiro lote se esgotou.

O apoio dos ex-alunos da Unicamp e a grande aceitação e procura por essa colaborativa tão especial tornou impossível que o projeto terminasse por ali. O segundo lote está chegando à Tábuas, com venda prevista para meados de agosto. A pré-venda, porém, já começou.

Assim como no primeiro lote, parte da renda da Cerveja Ciclo Básico será revertida ao HC da Unicamp, mantendo viva a ideia que motivou a colaboração. Nesta pré-venda, os pedidos para o novo lote da Ciclo Básico podem ser feitos na loja online da Tábuas.

Quem comprar a Cerveja Ciclo Básico pode escolher entre receber sua APA via Sedex em sua casa ou retirar a cerveja no taproom da Tábuas, que fica na Rua Tereza Zogbi Geraij Mokarzel, 33, em Barão Geraldo.